Posts tagged ‘bebê’

Voltando ao trabalho!

Olá amigos e clientes!

Passamos um período de férias bem agradável, onde pude aproveitar pra slingar muito o meu pequeno (que em breve não será mais pequeno e não poderei mais slingar).

Vou compartilhar algumas fotinhos das nossas férias:

E agora que 2010 venha com muitos bebês felizes carregados no Slinguru!!!

Obrigado a todos que fizeram de 2009 um ano de muito sucesso!

Até mais!

5 de janeiro de 2010 at 6:41 PM Deixe um comentário

Video muito bom! Put a sling on´em

Gostaria decompartilhar um video muito legal!

A letra eu traduzi muito correndo, mas é só pra quem não entende inglês mesmo!

Note que os movimentos que as mamães fazem são bem suaves ;). Nada de sacudir os bebêzinhos hein!

Tradução

All the baby mamas (all the baby mamas)
Todas as mamães

All the baby mamas (all the baby mamas)
Todas as mamães

All the baby mamas (all the baby mamas)
Todas as mamães

All the baby mamas
Todas as mamães

Now get your slings out
Agora peguem seus slings!

Up in the house
Ainda em casa

We just woke up
Acabamos de acordar

I’m lookin’ at your pretty face
Eu estou olhando seu rostinho lindo

Figurin’ out
E pensando

Which nice sling
Qual dos slings legais

To put you in today
Vou vestir hoje

You’re up on me
Você esta comigo

Get you comfy
Fica confortável

I know this will make you happy
Eu sei que isso vai fazer você ficar feliz

No more tears
Chega de lágrimas

When you’re in here
Quando você esta aqui

A sling’s good for you and me
O sling é bom para você e para mim

‘Cause if you love ‘em then you should put a sling on ‘em
Porque você os ama, você deveria por um sling neles!

If you love ‘em then you should put a sling on ‘em
Se você os ama, você deve por um sling neles!

If you love ‘em then you should put a sling on ‘em
Se você os ama, você deveria por um sling neles!

If you love ‘em then you should put a sling on ‘em
Se você os ama, você deve por um sling neles!

Wha-oh-oh-oh-oh-ooh-oh-oh-oh-oh-oh-oh

Wha-oh-oh-oh-oh-ooh-oh-oh-oh-oh-oh-oh

If you love ‘em then you should put a sling on ‘em
Se você os ama, você deve por um sling neles!

If you love ‘em then you should put a sling on ‘em
Se você os ama, você deve por um sling neles!

If you love ‘em then you should put a sling on ‘em
Se você os ama, você deve por um sling neles!

If you love ‘em then you should put a sling on ‘em
Se você os ama, você deve por um sling neles!

The Kangaroo carry
Na posição canguru

Or a baby on my hip
Ou no quadril

We’re ready to rock the playground
Estamos prontos para arrasar no parquinho

We laugh and play
Nós gargalhamos e brincamos

Have fun every day
Nos divertimos todos os dias

So safe and cozy you’ll stay
Porque você ficará seguro e confortável

I need no stroller
Eu não preciso de carrinho

To take him or her
Para levar ele ou ela

Anywhere we want to go
Em qualquer lugar que queremos ir

Just pop ‘em in the sling
É só colocar eles no sling

A ring a ding-ding
(Alguem traduz??? KKK!)

Let me hear all the baby mamas sing
Quero ouvir todas as mães cantando!

If you love ‘em then you should put a sling on ‘em

If you love ‘em then you should put a sling on ‘em

If you love ‘em then you should put a sling on ‘em

If you love ‘em then you should put a sling on ‘em

Wha-oh-oh-oh-oh-ooh-oh-oh-oh-oh-oh

Wha-oh-oh-oh-oh-ooh-oh-oh-oh-oh-oh

If you love ‘em then you should put a sling on ‘em

If you love ‘em then you should put a sling on ‘em

If you love ‘em then you should put a sling on ‘em

If you love ‘em then you should put a sling on ‘em

Wha-oh-oh-oh-oh-ooh-oh-oh-oh-oh-oh

Wha-oh-oh-oh-oh-ooh-oh-oh-oh-oh-oh

Até mais!

10 de dezembro de 2009 at 5:37 PM Deixe um comentário

PROMOÇÃO DE NATAL!!!

Clique na imagem para ir para a página de promoções da Loja Virtual

Até mais!!!

26 de novembro de 2009 at 1:21 AM Deixe um comentário

Detalhes que fazem a diferença

Olá!

Todos em clima de Natal já?

Antes de postar sobre nossa promoção quero falar um pouco sobre a qualidade dos slings. Desde que comecei a fabricá-los procuro melhorar cada vez mais para oferecer um produto que além de seguro é bonito de se usar.

Já vi por aí muitos slings mal costurados, mal acabados, com fios soltando, sem bainha em volta, muito largos, muito estreitos, muito compridos e muito curtos! (Cheguei a ver um em uma loja aqui em Londrina que dizia ser G e era do tamanho do nosso M!)

Pensando nisso tudo faz algum tempo que queria colocar umas fotos que venho tirando dos nossos slings, mostrando com detalhes o capricho que é fruto do amor com que cada um é costurado.

Vamos as fotos!

Todos os bolsos dos nossos slings tem zíper, para maior segurança!

Capa para proteger o zíper

Uma cliente uma vez me perguntou se eu poderia esconder o zíper do sling.

Aqui o zíper aparecendo....

Ela me deu uma ideia muito boa, que além de proteger o bebê do fecho do zíper…

... aqui ele coberto pela capinha.

Ainda dá ao sling um visual mais limpo, sem o zíper aparecendo no meio  do bolso. Eu amei a ideia e a partir daquele dia todos os Slingurus saem com o zíper encapadinho!

Costuras reforçadas (imitando o pesponto do jeans)

Costura reforçada imitando o pesponto do jeans

As costuras que prendem as argolas são reforçadas. Sempre 3 costuras.

Costura Bordada

Sendo que duas são rebatidas e uma é bordada como a da foto acima, e no caso do Jeans um pespontado.

Argolas em alumínio

Argolas em alumínio

Nossas argolas são em alumínio, especialmente fabricadas para a confecção de slings. Testadas pelo laboratório IPEM-PR.

Argolas em alumínio

Elas são leves, sem emendas nem soldas, tem um acabamento fosco/escovado e não enferrujam!

Nossos detalhes fazem a diferença no conforto, na segurança e na beleza.

Leve em consideração esses ítens (além do preço) na hora de comprar seu sling!

Até mais!

25 de novembro de 2009 at 11:59 PM 2 comentários

Sindrome da Cabeça Achatada – Como o Babywaering pode ajudar

A Síndrome da Cabeça Achatada ou “Plagiocefalia” signica literalmente “cabeça oblíqua” (do grego Plagio = oblicuo e cefala= cabeça). A condição não é incomum. Muitos estudos associam o recente aumento de casos de bebês com cabeça oblíqua à “campanha dormir de barriga para cima”.

Desde que mais bebês começaram a dormir de barriga para cima, aumentaram os casos de bebês com algum achatamento na parte de trás da cabeça.

Ela pode ser mais acentuada do lado da cabeça que a criança prefere dormir.

A Síndrome da Cabeça Achatada resulta da preferência que o bebê tem em ficar deitado com a cabeça virada para um dos lados.

Antes de 1992 os fatores de risco associados à plagiocefalia eram considerados como resultado do ambiente uterino e do torcicolo congênito.
Em 1992, depois que a American Academy of Pediatrics recomentou que bebêsdevem dormir somente de barriga para cima para reduzir aincidência de morte súbita, os centros craniofaciais (clínicas e hospitais) começaram a ver um aumento da Plagiocefalia. Em 1996, estudos documentaram a relação entre plagiocefalia e dormir de barriga para cima. A AAP agora recomenda a frequente rotação da cabeça do bebê bom como atividades com o bebê de bruços.

O aumento de casos de bebês com plagiocefalia é um pequeno preço a pagar pela redução de 55% da Sindrome Infantil da Morte Súbita desde 1992, quando a AAP começou a recomendar que os bebês dormissem de barriga para cima. A campanha “Dormir de barriga para cima” tem o crédito de ter salvado milhares de bebês saudáveis de uma morte repentina e inexplicada.

Também pode se notar que recentemente o uso de cadeiras para automóveis carrinhos, balanços para bebês e “bouncers” contribuem para a Plagiocefalia. Nesses dispositivos a cabeça do bebê está sempre contra uma superfície inflexível. Quando usados moderadamente não são uma preocupação, mas o
uso prolongado, especialmente deixar o bebê dormir neles aumenta a  indidência de Plagiocefalia.

Formações externas/posturais podem ser prevenidas e tratadas com o  frequente reposicionamento da cabeça do recém nascido das seguintes maneiras:

  • Alterne a direção na qual o seu bebê é posicionado no berço. Alterne o quadril ou o braço que você geralmente carrega e ou alimenta o bebê.
  • Troque a posição dos briquedos no berço, carrinho ou cadeira do automóvel.
  • Faça atividades com o bebê de bruços enquanto ele estiver acordado, isso pe importante e deve ser parte da rotina diária do seu bebê.
  • Mude o estímulo visual para que o bebê não que sempre olhando para uma só direção quando acordado e faça o bebê brincar de bruços sempre que não estiver dormindo.

Outras técnicas de reposicionamento:

por KevinM. Kelly, Ph.D – extreaído de:  http://www.plagiocephaly.org/support/repotech.htm

Reduza dramaticamente a quantidade de tempo que o bebê ca de barriga para cima. Isso signica cortar o tempo na cadeirinha do carro, balanço boucer etc. ao mínimo. Todos sabemos como a vida pode ser atarefada, e obviamente eles precisam ser usados eventualmente, mas usando-os
o mínimo possível ajuda. As cadeiras para automóveis (bebês conforto) deveriam ser usadas somente para transportar seu filho com segurança, e bebês não devem ser deixados neles para dormir.

Tente usar um sling (carregador de bebê) quando sair invés do bebê conforto. Use o sling em casa também, com uma alternativa ao balanço, carrinho e bouncer.
Bebês são beneficiados quando são carregados e AMAM ser carregados como foi mostrado pela pesquisa sobre a Paternidade Dedicada. (Attachment Parenting).

Extraído do artigo: “Flat Head Syndrome – How Babywearing Can Help”
Site: http://blog.babesinarms.com.au
Traduzido por Marilia Carolina F. Bittencourt Mercer – Slinguru Slings

A Síndrome da Cabeça Achatada ou “Plagiocefalia” signica literalmente “cabeça oblíqua” (do grego
Plagio = oblicuo e cefala= cabeça). A condição não é incomum. Muitos estudos associam o recente
aumento de casos de bebês com cabeça oblíqua à “campanha dormir de barriga para cima”.
Desde que mais bebês começaram a dormir de barriga para cima, aumentaram os casos de bebês
com algum achatamento na parte de trás da cabeça.
Ela pode ser mais acentuada do lado da cabeça que a criança prefere dormir.
A Síndrome da Cabeça Achatada resulta da preferência que o bebê tem em car deitado com a
cabeça virada para um dos lados.
Antes de 1992 os fatores de risco associados à plagiocefalia eram considerados como resultado do
ambiente uterino e do torcicolo congênito.
Em 1992, depois que a American Academy of Pediatrics recomentou que bebêsdevem dormir
somente de barriga para cima para reduzir aincidência de morte súbita, os centros craniofaciais
(clínicas e hospitais) começaram a ver um aumento da Plagiocefalia. Em 1996, estudos documentaram
a relação entre plagiocefalia e dormir de barriga para cima. A AAP agora recomenda a frequente
rotação da cabeça do bebê bom como atividades com o bebê de bruços.
O aumento de casos de bebês com plagiocefalia é um pequeno preço a pagar pela redução de 55%
da Sindrome Infantil da Morte Súbita desde 1992, quando a AAP começou a recomendar que os bebês
dormissem de barriga para cima. A campanha “Dormir de barriga para cima” tem o crédito de ter salvo
milhares de bebês saudáveis de uma morte repentina e inexplicada.
Também pode se notar que recentemente o uso de cadeiras para automóveis carrinhos, balanços para
bebês e “bouncers” contribuem para a Plagiocefalia. Nesses dispositivos a cabeça do bebê está sempre
contra uma superfície inexível. Quando usados moderadamente não são uma preocupação, mas o
uso prolongado, especialmente deixar o bebê dormir neles aumenta a indidência de Plagiocefalia.
Formações externas/Posturais podem ser prevenidas e tratadas com o frequente
reposicionamento da cabeça do recém nascido das seguintes maneiras:
* Alterne a direção na qual o seu bebê é posicionado no berço. Alterne o quadril ou o braço que você
geralmente carrega e ou alimenta o bebê.
* Troque a posição dos briquedos no berço, carrinho ou cadeira do automóvel.
* Faça atividades com o bebê de bruços enquanto ele estiver acordado, isso pe importante e deve ser
parte da rotina diária do seu bebê.
*Mude o estímulo visual para que o bebê não que sempre olhando para uma só direção quando
acordado e faça o bebê brincar de bruços sempre que não estiver dormindo.
Outras técnicas de reposicionamento:
por KevinM. Kelly, Ph.D – extreaído de: excerpt from http://www.plagiocephaly.org/support/repotech.htm
Reduza dramaticamente a quantidade de tempo que o bebê ca de barriga para cima. isso
signica cortar o tempo na cadeirinha do carro, balanço boucer etc. ao mínimo. Todos sabemos
como a vida pode ser atarefada, e obviamente eles precisam ser usados eventualmente, as usando-os
o mínimo possível ajuda. As cadeiras para automóveis (bebês conforto) deveriam ser usadas somente
para transportar seu lho com segurança e bebês não devem ser deixados neles para dormir.
Tente usar um sling (carregador de bebê) quando sair invés do bebê conforto. Use o sling em casa
também com uma alternativa ao balanço, carrinho e bouncer.
Bebês são beneciados quando são carregados AMAM ser carregados como foi mostrado pela
pesquisa da Paternidade Dedicada. (Attachment Parenting).
Extraído do artigo: “Flat Head Syndrome – How Babywearing Can Help”
Site: http://blog.babesinarms.com.au
Traduzido por Marilia Carolina F. Bittencourt Mercer – Slinguru Slings

7 de novembro de 2009 at 10:50 PM 1 comentário

Blogagem Coletiva | Segurança dos Slings

slingOK

Para participar, copie e cole o texto abaixo (ou faça o seu texto) e o selinho também no seu blog!

“Queridas mães, mulheres, amigas e leitoras do Blog.
Numa lista de discussão super crítica e do bem surgiu uma preocupação muito grande sobre a grande “onda” de fabricação aleatória de carregadores ou babywearing ou os famosos slings…
Algumas mães que estão atentas e que utilizam os carregadores há bastante tempo, têm se espantado com a péssima qualidade do tecido e das argolas comercializadas por aí…
O preço geralmente muito abaixo e o risco altissímo.
Um carregador mal feito pode colocar a vida do bebê em risco.
Devemos ficar muito atentas à qualidade do tecido, das argolas e especialmente ao fabricante!
Não compre gato por lebre! Pesquise muito antes de comprar seu sling e nesse quesito não economize.
O carregador adequado pode ser utilizado por muito tempo e vale cada centavo do investimento!

Informações IMPORTANTES aqui:  SLING SEGURO
Por isso, mamães fiquem espertas e de olho aberto!
Peçam orientação, pesquisem, questionem o material e o modo correto de usufruir dos imensos benefícios do carregador!
Quem quiser aderir à blogagem, pode copiar o selinho e espalhar este alerta!
Diga não aos slings fakes!!! Vamos espalhar informação de qualidade!”

Obrigada Pérola por ter linkado o blog do Sling Seguro!

Até mais!

5 de novembro de 2009 at 12:40 AM Deixe um comentário

Mei tai

O Mei Tai é um carregador baseado nos modelos asiáticos.

Mei Tai

Mei Tai

É uma peça de formato quadrado com 2 alças para os ombros e 2 para os quadris. É o mais parecido com o canguru que conhecemos, mas as perninhas e o quadril do bebê, diferentemente do canguru, ficam em posição anatômica.

Pode ser usado com o bebê de frente para quem o carrega, nas costas e também apoiado no quadril.

É melhor aproveitado com bebês que já sentam, mas permite que bebês de 3 meses possam aproveitar se usado com as perninhas para dentro.

Usando o Mei Tai temos a sensação que o peso do bebê é diminuído, mas como todo carregador de bebê devemos usar enquanto estiver confortável para quem carrega.

Agora a Slinguru também oferece essa opção (sob encomenda) para carregar o seu bebê!

Até mais!

10 de outubro de 2009 at 10:59 PM Deixe um comentário

Posts antigos


Contatos

Telefone: (43) 3341-5665
Celular: (43) 9995-4469
Email: slinguru@slinguru.com.br
MSN: slinguru@hotmail.com mariliamercer@hotmail.com

Enquete

Estatísticas do Site

  • 164,843 hits
agosto 2017
S T Q Q S S D
« jan    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031