Posts filed under ‘Uncategorized’

Escolhendo o Carregador de Bebê Ideal

Para ajudar você a escolher seu sling, traduzi uma parte de um artigo  da Rachel Lister.

Usar um sling ou carregador de bebê é uma maravilhosa maneira de criar laços com o recém nascido e manter suas mãos livres para as tarefas de casa.

Praticar o babywearing (usar um sling) traz muitos benefícios para a mãe e o bebê incluindo criar um laço afetivo mais forte e um bebê que tem períodos de choro menores. Muitos pais se interessam em usar um sling ou carregador de bebê, mas podem ficar confusos pela quantidade de opções ofertadas a eles.

Pouch Sling (sem argolas)

O Pouch é simples, um sling de peça única que é feito sob medida par quem irá usar. É muito bom para carregar recém nascidos e é um dos mais fáceis de se aprender a usar. Como ele é feito de uma peça de tecido, ocupa pouco espaço na bolsa do bebê. O Pouch é colocado sobre um ombro e passa na diagonal pelo corpo da mãe até o quadril oposto ao ombro onde ele fica. O bebê fica dentro da bolsa que é formada dobrando-se o Pouch ao meio. Eles podem ser usados também na posição barriga com barriga ou também no quadril quando o bebê está maior. Por serem feitos sob medida geralmente só podem ser usados por um dos pais e pode não servir mais se a mamãe ganhar ou perder muito peso e pode ocorrer alguma diferença no vestir à medida que o bebê cresce.

Sling de Argola

É basicamente um Pouch ajustável. Um sistema simples de trava por argolas permite ajustar o tamanho da bolsa onde o bebê fica e também ajustar ao tamanho de quem usa. Por causa desse ajuste, pode ser usado por várias pessoas que cuidam do bebê. Ele tem uma cauda que pode ter um pouco de tecido extra onde vai um bolso com o tamanho aproximado para caber 1 a 2 fraldas o que confere a causa do sling uma ótima característica funcional. Como o Pouch pode ser usado como um carregador frontal ou de quadril e o bebê pode ir deitado na horizontal ou sentado. Os Slings de Argola são extremamente fáceis e versáteis de se usar. O tamanho dele faz com que caiba muito bem numa bolsa de bebê para você usar sempre que precisar.

Mai-Tai

Esse carregador exige um pouco mais de tempo para aprender a usar, mas são muito versáteis e permitem que o peso do bebê fique mais bem distribuído pelo corpo em cima dos dois ombros. Pode ser bem útil quando você realmente necessita das suas duas mãos livres e quer ter a certeza de que o bebê está bem acomodado e seguro. Pode ser usado como um carregador frontal ou nas costas o que pode ser bem útil quando você necessita fazer tarefas de casa com um bebê grande. As maiorias dos Mai-Tais têm poucas partes acolchoadas o que permite que caiba bem na bolsa do bebê.

Wrap ou Encharpe

É uma das opções mais complexas entre os carregadores de bebê, porém é o que melhor existe em número de posições para se usar. São bem compactos para levar na bolsa e uma boa opção para quem quer um carregador que sirva em qualquer pessoa. Permitem que se ajuste o carregador baseado na preferência pessoal dos pais e também pelo peso do bebê à medida que ele cresce.

Artigo completo em inglês: http://infantstoddlers.suite101.com/article.cfm/choosing_the_right_baby_carrier

Tradução: Marilia Mercer

Nós trabalhamos com o Sling de Argola, Pouch, Wrap e Mei tai encomende já o seu!

Até mais!

3 de dezembro de 2009 at 8:31 PM Deixe um comentário

Sling Bordado

Colagens

Até mais!

6 de julho de 2009 at 3:55 PM Deixe um comentário

Alerta! Texto de Tati Gama | MãeGuru

ALERTA SOBRE ARGOLAS DOS SLINGS!!!!

SLINGUEIROS, CLIENTES E AMIGOS ESTE É UM AVISO MEGA IMPORTANTE!!!

Tem muita gente vendendo gato por lebre por aí!

Muita gente fabricando sling de argola porque acha que é só colocar argola e tá pronto. NÃO É BEM ASSIM!!
As argolas que NÃO PODEM SER UTILIZADAS EM SLINGS: P.E.R.I.G.O
*argolas de cortina de BOX são de PLÁSTICO, muito diferente, muito menos resistente e muito frágil –
*argolas de ACRÍLICO, podem ser bonitas pela transparência, mas não são resistentes!
*argolas de BIJOUTERIA, BOLSAS, CROMADAS, de FERRO, COBRE, LATÃO.

*Bijouteria e Bolsas já diz tudo, não suportam peso, portanto vc não vai arriscar a vida de um bebê!
*Cromadas descascam e as de ferro enfurrujam, cobre e latão são perigosos e não apropriados, além de poder conter substâncias tóxicas tendo em vista que o bebê tem fácil acesso com a boca nas argolas!
*argolas de MADEIRA, porque o sling vai ser lavado e madeira apodrece, além de não ser resistente!!!

As argolas devem suportar peso acima de 80kg!!! GERALMENTE, AS TESTADAS SUPORTARAM TRAÇÃO DE 400KG!!!


As argolas que PODEM SER UTILIZADAS:


*argolas de NYLON, foscas ou brilhantes, testadas e comprovadas. Seguindo as medidas RECOMENDADAS da Sling Rings, elas devem ter: 7.6cm de diâmetro INTERNO e 9.2cm de diâmetro EXTERNO, tendo a largura de 1cm a 1.5cm.

*argolas de metal ideais ou são de ALUMÍNIO, de INOX e de SELARIA, seguindo as características: SEM EMENDAS, ARREDONDADAS e com medidas ideais de: 8.2 cm de diâmetro INTERNO e 8.8 de diâmetro EXTERNO, tendo a largura de 1cm a 1.5cm.

As argolas NÃO PODEM SER FINAS, NEM ACHATADAS, NÃO PODEM CONTER EMENDAS, NEM ABERTURAS.


Infelizmente, por desinformação e inconsciência, existem muitos slings sendo fabricados e comercializados com argolas impróprias.

Fiquem de olho! Ajudem a alertar sobre a importância das argolas!

São vidas que estão em risco quando se utilizam argolas inadequadas!

Se acontecer algum acidente, as pessoas vão primeiro culpar o sling e sequer vão pensar que a culpa foi da utilização das argolas erradas!

USE ARGOLAS ADEQUADAS! BUSQUE POR SLINGS COM AS ARGOLAS ADEQUADAS!

PREÇOS BAIXOS NEM SEMPRE SÃO VANTAGENS, já vi slings de R$ 49,00 reais serem vendidos e terem duas soldas, duas emendas!!! E o mesmo vale para preços altos demais, pois já vi de perto slings de argola sendo vendidos por um preço de mais de R$140,00 reais e as argolas serem de cobre ou latão ou algum material parecido, com cheiro forte de metal, que NÃO SEGUE O PADRÃO indicado como SEGURO para os BEBÊS!!!



As argolas de plástico, de box, de cortina e de madeira só servem para slings de BRINQUEDO, para que as meninas façam com as bonecas o que a mães fazem com os bebês. SÓ PARA ESSA FINALIDADE.
Nossos slings são confeccionados com argolas em Nylon testadas e feitas para esse fim ou com argolas em aço Inoxidável.
Até mais!

8 de março de 2009 at 12:39 AM Deixe um comentário

Slinguru na Folha de Londrina

Nós saímos no caderno Folha da Sexta da Folha de Londrina, segue a matéria na íntegra:

Mamãe canguru
Acessório usado para carregar bebês junto ao corpo oferece conforto para a criança e liberdade para o adulto
img_2513
Jacqueline, Janaína e Marília com seus bebês no babysling: acessório conquista as mamães
img_2514Mesmo com a pequena Hellen por perto, Jacqueline consegue usar o computador: ‘‘No começo, dá medo de soltar as mãos. Depois, a gente acostuma’’
img_2515
Marília Bittencourt limpa a casa com Gabriel: ‘‘Consigo fazer tudo com ele no colo’’

Toda mãe adora passar horas junto ao filho recém-nascido, se possível no colo. Mas em algumas situações é impossível carregar o bebê nos braços. Como na hora de usar o computador, limpar a casa, ir ao supermercado e até passear sem precisar da ajuda de carrinhos, cercadinhos e cadeirinhas. Já as mulheres que descobriram o babysling resolveram esse problema.

O carregador de bebês nada mais é que uma versão mais moderna das kangas que são utilizadas na África, pelas mulheres que trabalham com os bebês junto do corpo, e da chola boliviana, peça semelhante com a mesma finalidade.

Popularizado entre as mamães famosas, como Nicole Kidman, Angelina Jolie, Julia Roberts, Camilla Alves, o acessório conquista as mães no mundo todo.

”No começo dá muito medo de soltar as mãos e deixar o bebê preso só pelo tecido. Mas, com o tempo, a gente acostuma”, diz a dona de casa Jacqueline Mercer, mãe da pequena Hellen Beatriz Mercer, de sete meses.

A granda vantagem do babysling é que a mãe fica com as mãos livres para executar qualquer tarefa enquanto o filho está sempre bem perto. ”Com o meu filho mais velho, que hoje está com dez anos, eu improvisava um pano amarrado para carregá-lo porque precisava fazer coisas pela casa. Quando estava grávida do Gabriel (de onze meses) vi o babysling com uma amiga e achei ótimo. Como hoje todo mundo trabalha e tem a vida atribulada, as mães acabam ficando sozinhas para cuidar dos bebês e o acessório é muito útil”, diz Marília Bittencourt, que também confecciona babyslings.

Segundo ela, carregar os filhos dessa maneira é muito mais do que comodidade. ”Existe até uma filosofia de vida em relação a isso, chamada de Baby Wearing. Ela prega que, além da praticidade do babysling, que pode ser feito e colocado de várias formas, existe a importância do contato entre a criança e a mãe, o aconchego que o pano e o calor do corpo proporcionam ao bebê, ouvindo as batidas do coração e sua respiração, como se voltasse ao útero materno. Alguns estudiosos enfatizam que essa proximidade é fundamental para o desenvolvimento, principalmente durante os primeiros meses de vida”, afirma.

Para a dentista Janaína Viana, mãe de Raquel, de três meses, a segurança é outra vantagem do acessório. ”Como Raquel está perto de mim o tempo todo, não me preocupo com o risco de alguém levar meu bebê. A gente ouve histórias de mães que perderam seus filhos em segundos de distração, em supermercados, ruas ou outros lugares movimentados. Eu não saio mais de casa sem ele”, conta.

Mas antes de comprar essa peça, é importante observar alguns detalhes. Os dois modelos mais comuns no Brasil são o costurado, chamado de pouch, e o preso com argola. ”O pouch precisa ter costuras bem firmes e as argolas devem ser em náilon ou inox. O tecido mais adequado é o algodão. O fundo da bolsa, onde fica a criança, deve estar, no máximo, quatro dedos abaixo do umbigo da mãe, para garantir segurança e conforto. Se for bem fabricado e usado, o carregador suporta até 20 quilos”, garante Marília.

O modelo feito com argolas é mais versátil, pois possibilita que outras pessoas o utilizem, devido à capacidade de ajuste a qualquer altura. ”Meu marido usa o babysling tanto para carregar a bebê quanto para levar nosso filho mais velho, de quatro anos”, conta Janaína. Esse modelo de argola também vem com um bolso grande na parte externa. ”Não carrego mais bolsa com chaves ou documentos, fica tudo nele”, comenta Jacqueline.

E se engana quem pensa que carregar os pequenos dessa maneira pode trazer algum prejuízo para as costas. ”Quando vestimos o babysling, a coluna fica em uma posição bem ereta, muito mais adequada do que quando levamos as crianças no colo. E o tempo que se consegue ficar com os bebês sem sentir desconforto é bem maior”, diz Marília.

Feitos sob encomenda, os babyslings custam de R$ 65 a R$ 95, dependendo do tecido escolhido e do modelo. ”Tenho clientes que possuem vários, de cores e tecidos diferentes para combinar com a roupa que usam”, afirma Marília.

Serviço: Slinguru Babysling (Marília Bittencourt): fone (43) 3341-5665, e-mail: slinguru@slinguru.com.br

Por Herika Fondazzi

Folha de Londrina, 30/01/2009

30 de janeiro de 2009 at 9:37 PM 3 comentários

Sling no Mais Você!

Olá!

O Sling vem ganhando um espaço cada vez maior na mídia!

Veja o vídeo no Mais Você sobre o Sling!

Até Mais!

29 de setembro de 2008 at 11:45 AM Deixe um comentário

Slings na Mídia!

Celebridades também usam slings!

Brad Pitt

Brad Pitt

Julia Roberts

Julia Roberts

Gwen

Gwen

Madonna

Madonna

Cláudia Leite experimenta um sling numa reportagem do Vídeo Show.
“Sling são nova tendência entre as ‘mamães canguru’.” No G1.
Até mais!

22 de agosto de 2008 at 12:11 AM Deixe um comentário


Contatos

Telefone: (43) 3341-5665
Celular: (43) 9995-4469
Email: slinguru@slinguru.com.br
MSN: slinguru@hotmail.com mariliamercer@hotmail.com

Enquete

Estatísticas do Site

  • 164,843 hits
agosto 2017
S T Q Q S S D
« jan    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031